4 de junho de 2011

Reflexão (2)

Em dia de reflexão recordo as reflexões anteriores (clicar aqui) (e aqui) e apenas digo:

Quem cala, consente!

Depois não te queixes dizendo que estás arrependido!