6 de março de 2013

O PCP faz anos


Foi há 92 anos que um grupo de militantes operários e sindicalistas formaram o PCP

O PCP comemora 92 anos da sua criação. São 92 anos de luta sempre em condições muito difíceis. Hoje em tempo de democracia, de uma débil democracia marcada pela ofensiva da política de direita contra os trabalhadores, os tempos continuam a não ser fáceis.

O PCP tem sido imprescindível no travar o Pacto de Agressão negociado pela troika PS, PSD e CDS. Sem o PCP a direita já tinha conseguido todos os seus objectivos e destruído o que resta do 25 de Abril.
É neste quadro político complexo que se avalia quem não desiste da luta, quem não se rende. Está em causa o regime democrático de Abril. 



As grandiosas manifestações realizadas este ano e em especial as mais recentes, são a expressão desta luta contra a política de direita que nos oprime, destrói vidas e arruína o país. 
Manifestações, greves e lutas dos trabalhadores nos locais de trabalho e na rua são a  expressão do descontentamento e a afirmação de uma consciência política que aumenta. 
Lutas que têm exigido do PCP um enorme esforço de organização, de esclarecimento político, mas que devolve a esperança no futuro que muita gente já tinha perdido.

Recordar Álvaro Cunhal

O PCP comemora o seu aniversário num ambiente de intensa atividade,  recordando o exemplo de Álvaro Cunhal nas inúmeras actividades das Comemorações do seu Centenário. 

Os comunistas mostram que não estão dispostos a baixar os braços perante a exploração e a injustiça. 
Os comunistas nunca aceitaram ser subjugados e não se ajoelham perante o uso de um poder ilegítimo deste Governo, ou face à exploração do grande capital e seus representantes. 

Hoje, os comunistas portugueses continuam onde sempre estiveram: ao lado dos trabalhadores e do povo. A sua história, desde esse longínquo ano de 1921, é a história da luta do nosso povo. Uma história de quase um século a intervir, agir e lutar contra todas as formas de exploração e opressão, moral, cultural, de informação, por melhores condições de vida para o povo, por uma sociedade superior.