6 de novembro de 2011

Tudo para os Bancos

O governo está, claramente, ao serviço da banca e dos banqueiros


Os Bancos que em Portugal têm tido lucros fabulosos distribuindo gordos dividendos aos acionistas, dizem que não estão em condições de financiar a economia. Querem receber mais dinheiro. Aumentam os juros do dinheiro que emprestam ao Estado, enquanto recebem do Estado dinheiros públicos. Na passada quinta feira o governo aceitou as condições de recapitalização da banca e da utilização dos 12 mil milhões do empréstimo pedido para o país.


É um escândalo que a banca se sirva dos dinheiros públicos (avultados) para fazer negócios especulativos e continue a distribuir dividendos.
 
Por isso Jerónimo de Sousa disse que "os 12 mil milhões do empréstimo a Portugal que estão disponíveis para a banca podiam e deviam ser para os nacionalizar a todos! E isso é o que devia ser feito. Colocar a banca ao serviço do povo e do país, colocar a banca ao serviço do aumento da produção das pequenas e médias empresas e não ao serviço da especulação e da acumulação descomunal das facturas de meia dúzia de famílias à custa do povo e dos trabalhadores!"