20 de janeiro de 2013

EDP ou FDP? (adenda)

Finalmente, até ver...

Cheguei a casa. Depois de ter publicado a mensagem anterior, já tinha electricidade em casa. Revi o que escrevi "a quente" e pareceu-me justo acrescentar meia dúzia de notas:

1. Os trabalhadores que trabalham para a FDP não são irmãos dos FDP. Sacrificaram-se para ultrapassar as dificuldades criadas pela FDP e lá vão resolvendo o que podem. Trabalham e são mal pagos.
2. As falhas de corrente continuam. Há 20 anos que estou a viver fora de Lisboa e o serviço da FDP não melhora.
3. As redes aéreas continuam presas por arames piores que num país do terceiro mundo. Os acionistas FDP não abdicam dos seus lucros e evitam investimentos em zonas que dão menos lucro. 
4. A FDP cobra o mesmo aos seus clientes quando há interrupções de corrente, quando a tensão está abaixo dos 200 voltes mesmo que os aparelhos se estraguem ou tenham menos vida.
5. Por isso não vale a pena gastar dinheiro a melhorar a qualidade quando o lucro é o mesmo para os FDP.
6. Em Lisboa, nas cidades e zonas nobres estes problemas quase não existem. Nas casas dos acionistas FDP muito menos.