18 de abril de 2012

A morte lenta dos trabalhadores


Para além dos salário mais baixos e do tempo de trabalho superior, agora também as indemnizações por despedimento, são inferiores à média europeia

As atuais indemnizações por despedimento em Portugal já estão abaixo da média da União Europeia.

Em Portugal, a nova lei estipula indemnizações de 20 dias por cada ano de trabalho, com um limite máximo correspondente a 12 meses de salários e estão previstas novas reduções para satisfazer a 'Troika'.

Até outubro passado os trabalhadores portugueses tinham direito a 30 dias de salário por cada ano de trabalho em caso de despedimento.

A média de 23.3 dias de indemnização na Europa refere-se aos valores praticados nos 27 países da UE.
  
A Troika nacional continua a agredir os trabalhadores. Continuamos a deixar?