13 de novembro de 2012

GREVE GERAL 14 NOV


Amanhã quarta feira, dia 14, Greve Geral e lutas em Portugal e na Europa

A CGTP-IN declarou a GREVE GERAL de todos os trabalhadores e trabalhadoras no dia 14 de Novembro, sob a forma de uma paralisação total do trabalho durante todo o dia, em todas as empresas e serviços, públicos ou privados, seja qual for a entidade empregadora, e em todo o território nacional.

Porquê fazer Greve?

Para travar esta política de austeridade que afunda o país. Serviços de saúde e outros já encerrados ou em vias disso; medicamentos mais caros; taxas moderadoras a aumentar e serviços a diminuir; prestações sociais e salários que deixaram de existir ou foram parcialmente cortados; transportes e energias com mais aumentos para o início do próximo ano…

Para travar o Orçamento de Estado que ameaça aumentar o desemprego, as falências de empresas e o custo de vida dos portugueses.

Os direitos dos trabalhadores

A Greve Geral abrange todos os trabalhadores. Nos sectores público e privado. 
Os trabalhadores não precisam de justificar ou informar as empresas a sua adesão à greve, nem antes, nem depois dela se realizar. 
A ausência por greve não é falta, como tal não pode motivar corte nos prémios e direitos dos trabalhadores.

Manifestações no dia da Greve

No dia da Greve Geral, nas principais cidades do país e da Europa, vão realizar-se concentrações e outras iniciativas onde todos - trabalhadores, reformados, desempregados - podem e devem manifestar o seu protesto contra esta política.