23 de novembro de 2014

Saúde? Quem a quer, que a pague! pois então

A lógica das privatizações. Só quem tem dinheiro pode viver 

Nesta sociedade capitalista, onde o lucro comanda tudo, só quem tem dinheiro é livre. Livre para ter o que precisa para viver, para se divertir, para comprar o que lhe apetecer. Pobres, só são livres para trabalhar. Se para trabalhar precisarem de uma perna ou de um medicamento, ou pagam ou então é mais económico que morram.
Esta é a lógica desta virtuosa sociedade. Esta é a lógica dos privados que dizem, nada têm a ver com as necessidades das pessoas. São empresas e, como tal, o seu negócio é ter lucro.
Esta é a lógica da política de direita que,sabendo isto, entrega tudo aos privados. 
Exemplos destes não faltam. É frequente vermos nas farmácias pessoas a pedir informação dos preços dos medicamentos receitados. Muitos vão-se embora sem aviar as receitas porque, dizem, não podem pagar aqueles preços.

Administração do Hospital Amadora-Sintra pergunta ao médico, o que é mais barato: amputar perna ou colocar prótese?


Biofarmacêutica exigiu 400.000 euros para tratar 4 doentes