3 de maio de 2014

A irracionalidade do capitalismo (4)

Com este título, escrevi há dois anos três curtos comentários.
O primeiro referia o desemprego, o aumento da exploração e a desperdício da atividade humana.
O segundo abordava o desperdício e a eliminação de produtos propositadamente considerados obsoletos.
O terceiro de certo modo complementava o anterior mostrando a permanente produção de coisas que não correspondem às necessidades sociais e humanas, apenas para satisfazer o Deus Lucro de alguns.

Do ponto de vista do...
capitalismo estes absurdos são racionais pois visam exclusivamente o seu lucro.
Do ponto de vista da sociedade, das pessoas tornadas consumidoras, estas realidades são a prova de que o sistema económico que controla a sociedade está a tornar-se obsoleto.
O aumento da carga e da exploração
A irracionalidade do sistema capitalista é hoje uma fonte inesgotável de evidências que muitas vezes nos passam despercebidas face à cultura que nos rodeia, a tradições e modos de viver que passam de geração em geração e aceites como verdades, sem questionamento.
Olhamos à nossa volta e, se aguçarmos o nosso espírito crítico, vimos o peso das irracionalidades que, para o sistema capitalista, funcionam como meios de aumentar a exploração e o lucro de alguns mas, para a sociedade e para o planeta, são absurdos.
Em breve publicarei algumas "curiosidades".