12 de outubro de 2012

Marcha contra o desemprego

A Marcha Contra o Desemprego, após uma semana a percorrer o país, com manifestações populares de apoio e solidariedade, chega a Lisboa amanhã sábado dia 13. As colunas sul e norte, partindo, já em Lisboa, do Cais do Sodré (15.45 h) e da Alameda D. Afonso Henriques (15.30 h), desfilam para a Assembleia da República onde o Secretário-geral da CGTP-IN, Arménio Carlos intervirá.

Hoje na Reunião da Concertação Social:
O Governo empurra Portugal pelo mesmo caminho da Grécia

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, reiterou que o povo português tem direito à resistência e afirmou que o Governo deixou de ter legitimidade.

«Este é o filme que já vimos há seis meses na Grécia e que agora se está a repetir em Portugal. Se não resultou na Grécia, não resulta em Portugal. Só há uma coisa a fazer é o povo levantar-se e exercer o direito consignado no art. 21º da Constituição da República Portuguesa, que diz que o povo português tem direito a resistir a todas as medidas ilegítimas que ponham em causa os seus direitos, liberdades e garantias», afirmou Arménio Carlos.

Disse ainda que «aquilo que este Governo está a fazer é uma medida ilegítima do ponto de vista moral e político. O primeiro-ministro e o ministro dos Negócios Estrangeiros ainda recentemente juravam a pés juntos que não iam aumentar os impostos. Estão a aumentar os impostos e de uma forma brutal como nunca aconteceu em Portugal».