14 de setembro de 2011

Homenagem a Jaime Gralheiro

Uma justa homenagem de grande significado

O Jornal GAZETA DA BEIRA de quinta-feira, 15 de Setembro relembrou-me a Homenagem que, no princípio de Agosto, vira anunciada no Blog de António Vilarigues, O Castendo.

Jaime Gaspar Gralheiro é advogado, dramaturgo e encenador, nascido em Macieira, freguesia de Sul, concelho de S. Pedro do Sul, no dia 7/07/930.

Cidadão interveniente, advogado de causas, defensor dos baldios, intelectual profícuo, democrata e comunista de nobres e justas convicções tem dado um contributo valioso para a construção de um mundo e uma vida melhor para todos.
Citando Gazeta da Beira "A homenagem é no próximo sábado, dia 17 em S. Pedro do Sul e, segundo a notícia, inclui uma sessão com música, teatro e evocações do homenageado, seguida de um jantar convívio.
A homenagem tem início às 16h00 no Cineteatro S. Pedro, onde vão actuar os grupos de música popular Alafum, Cantares de Manhouce e o grupo das jovens Vozes de Manhouce".

Gazeta da Beira destaca também "a participação da cantora Isabel Silvestre, que se quis associar a esta homenagem, assim como do grupo de teatro Cénico."

"A evocação da figura do homenageado será feita por quatro cidadãos que de uma forma ou outra acompanharam os diferentes percursos de Jaime Gralheiro.

"Licínio Nazaré Oliveira, falará sobre a sua intervenção cívica local. António Bica, conhecido advogado lafonense, falará da actuação de Jaime Gralheiro como advogado de causas e defensor da propriedade comunitária dos baldios. José de Oliveira Barata, professor jubilado da Universidade de Coimbra, abordará a sua criação dramatúrgica e o papel pioneiro de Jaime Gralheiro na divulgação e produção teatral na região e no país. Por fim, Ruben de Carvalho, jornalista e membro do comité central do PCP, tratará da intervenção de Jaime Gralheiro enquanto comunista e do seu papel político marcante no distrito de Viseu, antes e após o 25 de Abril.

A partir das 19h30 realiza-se um jantar-convívio num hotel das Termas, no decorrer do qual está prevista a intervenção de Carlos Gonçalves, da comissão política do comité central do PCP, sendo as últimas palavras reservadas para o homenageado.
Gazeta da Beira recorda o apelo de participação na iniciativa
 da comissão inter-concelhia de Lafões e Organização Regional de Viseu do PCP, para que os seus amigos e admiradores transformem “esta justa homenagem num momento de gratidão colectiva ao homenageado”.