29 de setembro de 2011

Acordos! e mais acordos. E quando é que acordamos?

Com os agradecimentos ao amigo que enviou e as desculpas por não referenciar o autor que não conheço.