18 de dezembro de 2014

A liberdade de explorar

A pobreza moral dos EUA e a pobreza económica social da sua população

A fome e a miséria

Mais algumas informações sobre o tema anterior:
No país mais rico do mundo, agora o segundo, depois da China, nos EUA, milhões de crianças estão muito abaixo do limiar de pobreza, realidade que a comunicação social procura esconder.

Mais de 12 milhões de crianças estão à beira da fome em todo o país e mais de três milhões e meio de crianças com menos de cinco anos passam fome nos Estados Unidos da América.

Segundo a USDA, National Nutrient Database for Standard Reference, 32, 5 milhões de norte-americanos recebem auxílio alimentar, mas o número pode ser bem maior devido ao aumento do desemprego e da pobreza no último ano e de uma grande parte não se ter cadastrado. 
Por outro lado a Food Research and Action Center estima que mais de 16 milhões de pessoas procuram assistência alimentar federal, mas não conseguiram inscrever-se no programa.



Ainda uma reportagem publicada pelo New York Times no dia 9 de maio refere uma enorme insuficiência dos programas de assistência nos vários estados. Na Califórnia, por exemplo, só metade das pessoas que passam fome conseguiu cadastrar-se em programa de alimentação. Noutros estados, como Missouri, onde a inscrição das pessoas é mais fácil, centenas de milhares de famílias trabalhadoras pobres inscritas recebem cada vez menos ajuda a cada mês que passa.

Desse país, exemplo supremo do capitalismo, "país das liberdades" muito há que falar. Espero em breve abordar os direitos humanos e as torturas para juntar ao "país das liberdades o "país da democraCIA".