6 de março de 2012

Política assassina mata idosos


Nesta ditadura do capitalismo só pode sobreviver quem tiver bastante dinheiro
Quem toda a vida trabalhou, descontou para ter uma reforma, está agora indefeso perante os ataques desta política da direita.

Redução das pensões de reforma.
Fecho de Hospitais e Centros de Saúde.
Aumento dos Custos das consultas com a privatização dos Hospitais e Unidades de Saúde.
Aumento das Taxas Moderadoras.
Aumento dos preços dos medicamentos.
Redução das comparticipações.
Aumento dos preços de transportes e da distância para ir ao médico.
Retirada de apoios aos Bombeiros e Transportes de Ambulância.
Aumento dos custos da electricidade e gás.
Redução da capacidade dos familiares apoiarem os idosos com o aumento do desemprego, do custo de vida e dos horários de trabalho.
Tudo se conjuga para o aumento do sofrimento e da mortalidade em especial nos pobres e mais idosos.

Para os Bancos e Banqueiros vai todo o apoio que nos custa muitos milhares de milhões de euros.
Só no BPN já foram enterrados cerca de 8 mil milhões de euros.
De onde vem esse dinheiro? Vem de quem trabalha e produz e que fica sem nada.
É esta a política de classe da minoria que explora a grande maioria dos portugueses.
Tempo de crise para quem trabalha e de "vacas gordas" para meia dúzia de grandes fortunas.