22 de outubro de 2011

As mentiras e as traições

Cavaco Silva não explica porque é que renegociar a dívida é mau. Porquê?

Passos Coelho tenta explicar com argumentos para idiotas. Utiliza o papão de ficarmos sem novos empréstimos. É uma rotunda mentira.


Quem empresta faz um negócio. Discutir os montantes, juros e prazos de pagamento é normal.


Diz Passos Coelho que se ficarmos a dever os credores não voltam a emprestar.
Renegociar não é ficar a dever! 
Renegociar uma dívida é um negócio como qualquer outro em que se discutem, preços e condições de juros e prazos. É o que qualquer entidade faz para defender os seus interesses. Chegar a um acordo que seja aceitável por ambas as partes, não é ficar a dever.


Em qualquer negócio qualquer das partes defende os seus interesses. Os portugueses que elegeram um governo para os defender estão perante traidores que defendem os interesses dos que nos exploram. 


Passos Coelho faz dos portugueses parvos, como um traidor, não aceita defender os interesses de Portugal perante a banca privada que já ganhou milhares de milhões de euros e à custa dos papalvos. 


Passos Coelho e a clique que representa os banqueiros têm medo de renegociar. Porquê? Expliquem porquê?