18 de agosto de 2011

Desmascarar os aldrabões


Hoje saiu o Avante


É jornal que considero de indispensável leitura. Pena é que seja apenas uma vez por semana. De facto nos seis dias de intervalo fico à mercê das informações que os Jornais, rádios e televisão do sistema, despejam. Misturadas com algumas verdades somos permanentemente inundados de mentiras e deturpações da realidade.


Passo a dar um exemplo entre os muitos que todos os dias afrontam as nossas inteligências.


No seu artigo de opinião, Manuel Gouveia mostra uma das táticas da manipulação usada pela comunicação (dita social) dominada pelo poder dos grandes grupos económicos.


Assim, refere Manuel Gouveia que em "8 de Agosto, foram os portugueses «informados» de que tinham os transportes mais baratos da Europa. No mesmo dia, no i, no Jornal de Negócios, no DN, no JN, no Público, no Correio da Manhã e até na Bola, com replicação imediata nas rádios e nas televisões,...
Desconfiei de tais notícias, mas tive dificuldade em comprovar a aldrabice. A manobra fraudulenta serve-se de comparacões como um passe em Lisboa que não dá acesso ao comboio e apenas a uma parte dos 40 Km da rede de Metro com um de Berlim que dá acesso a 330 Km de linhas ferroviárias além dos 146 Km de linhas de Metro. Compara ainda o passe para uma cidade com 83Km2 com outros que servem cidades com dez vezes mais área. Mostra Manuel Gouveia que a comparação feita é com o L1 quando "a coroa 3 do Passe Social de Lisboa alberga uma área e uma população ainda inferior à das cidades escolhidas para a «demonstração»,..." A esperteza parva, dos que nos querem atirar poeira para os olhos, não resiste à comparação do nosso L3 de 63,25€ com o passe que nas cidades europeias abarcam igual area (33,85 euros). Assim, Manuel Gouveia mostra que, ao contrário do que dizem tal Jornais Rádios e Televisões, "Lisboa é a cidade com os transportes públicos mais caros da Europa...".


Por isso, cada vez mais, confirmo que quem quiser estar bem informado não pode apenas ler os Jornais ou ver a Televisão. Com outras leituras como a do Avante vamos descobrindo as mentiras em que muitos acreditam. É assim que conseguem moldar um povo para que aceite os roubos que, os cada vez mais ricos, continuam a fazer. É por isso que ainda há tanta gente enganada.


Ver o artigo completo (AQUI)