23 de março de 2011

Sócrates demite-se!

Depois do chumbo do PEC e das politicas de desastre do governo o Primeiro Ministro José Sócrates, demitiu-se.


Confirma-se o que o PCP vem dizendo há muito tempo. Portugal precisa de uma política patriótica e de esquerda, que ponha Portugal a produzir e um Estado que seja o motor do desenvolvimento, para a redução do desemprego, promover o crescimento da produção e das exportações, do apoio social dos trabalhadores e dos portugueses.
É falsa a imagem que o PS quer dar de que não foram apresentadas alternativas. O que é verdade é que o Governo se submeteu aos ditames de interesses do grande capital financeiro, dos chamados mercados, em vez de aceitar as propostas do PCP, para colocar o Estado a conduzir uma política de apoio à produção, de criação de postos de trabalho, reduzir o desemprego e produzir aquilo que importamos. Só assim  reduzimos os custos sociais, o défice com as importações e a nossa dependência no campo alimentar, na agricultura na indústria e em muitos sectores produtivos. Os muitos milhões gastos com os Bancos, com as exigências do grande capital, se canalizados para o apoio à Produção, promoviam o desenvolvimento e não a recessão como tem vindo a acontecer.