3 de setembro de 2012

Recomenda-se


No canal franco-alemão ARTE,
na versão francesa, só disponível na ZON:

Na próxima terça-feira, dia 4 de Setembro, vai passar às 19H50, hora de Lisboa, o documentário "Goldman Sachs, la banque qui dirige le monde", que chega muito a propósito dos tempos que vão correndo e dos Antónios Borges que nos aparecem pela frente. 

É seguido de dois outros subordinados ao tema "La face caché du pétrol" e de um terceiro que nos leva até ao Corno de África ao petróleo e aos piratas.
Recomenda-se.

A propósito das privatizações
 
No atual panorama audiovisual, as TVs públicas ainda são a exceção de programas de qualidade. 
A comercialização de tudo, gerida pelas leis do mercado e pela ditadura das audiências, têm degradado a qualidade das televisões privadas. A programação das baboseiras, da vulgaridade universal, uniformizada e americanizada é o modelo que afeta todas as televisões privadas. Só televisões públicas se podem dar ao "luxo" de programação voltada para a cultura, para a educação, para altos níveis de qualidade de ficção e informação. 

ARTE

O canal cultural Arte, sigla de "Associação relativa às televisões européias", foi inaugurado em 1991 como uma televisão binacional com duas entidades: Arte France e Arte Deutschland TV GmbH. 
Arte é um canal franco-alemão "de serviço público com vocação cultural européia". 

O canal "Arte", é um dos raros casos de fuga à mediocridade, ao mau gosto e intoxicação das mentalidades que dominam as televisões cada vez mais americanizadas. 
O canal "Arte" é um refúgio para quem dá valor à inteligência, à cultura, arte e bom gosto.