17 de maio de 2011

Liberalismo e exploração

As relações sociais no trabalho e a luta de classes voltaram ao Séc. XIX

Em todas as épocas, do esclavagismo ao capitalismo, quem trabalha tem sido explorado quer fosse pelo rei, pelo imperador, pelo senhor feudal ou, pelo capitalismo.

Com a revolução industrial, as ideias socialistas, estudadas por Marx, mostraram que, quem vive do seu trabalho, que o tem como única fonte de sustento, adquiriu o direito à protecção social, uma vez que é o trabalhador que cria a riqueza coletiva. 
Os operários, não tendo outra fonte de rendimentos que não seja a sua "força de trabalho", são totalmente dependentes dos detentores dos meios de produção.
Lacordaire, em meados do séc. XIX perante a ascensão do Liberalismo e a invocação da liberdade para explorar, dizia: …quer entre o forte e o fraco, quer entre o rico e o pobre, é a lei que liberta e a liberdade que oprime

Hoje estamos novamente confrontados com a necessidade de repensar estes valores de justiça e liberdade, numa sociedade de desigualdades cada vez mais acentuadas.


PS, PSD e CDS aceitando a política do liberalismo, pretendem extinguir as normas do direito do trabalho, e os valores que a sociedade vem adquirindo com a evolução civilizacional. "Esquecem" que os trabalhadores têm como única fonte de sustento, o seu trabalho, não podendo formar a sua vontade sem constrangimentos, nem contratar livremente as condições de trabalho por estarem numa relação de total dependência económica.

Finalizou há pouco o Ano Europeu do Combate à Pobreza e estamos  mais pobres - economicamente, culturalmente e socialmente. Aumentaram as desigualdades e a pobreza. É preciso mudar de política.

O direito à dignidade, está a regredir ao tempo anterior à Grande Guerra. Estão a regredir os valores humanos. 



Precisamos reagir e abrir um novo caminho com uma política de esquerda, uma política que defenda os trabalhadores, que defenda a produção nacional, que defenda o País. As alternativas existem. A responsabilidade é nossa. A luta e o voto são decisivos para iniciar a mudança.
 
29110519_banner.gif


Corrigido e actualizado às 23.00 h.