13 de novembro de 2011

Passos Coelho mente !

Descaramento não lhe falta! Defende os interesses dos bancos, contra o país e os portugueses

Os noticiários mostram como Passos Coelho continua a mentir e deturpar as coisas:
Quem é que falou em pagar a "dívida de Portugal"?

O que está em causa, e Passos Coelho tenta esconder, é que os Bancos são financiados pelo Banco Central Europeu a cerca de 1% e depois emprestam ao Estado a mais de 12% ou até 20%. 
É este o negócio dos Bancos em que Passos está metido e não quer perder, para os "amigos" banqueiros.

Porque é que o BCE não há-de emprestar directamente ao estado português, como Cavaco defendeu, agora, em relação à Itália?

Passos quer o negócio dos intermediários, negócio especulativo que nos está a fazer pagar 12 vezes mais juros, para os Bancos. Isto é tanto mais escandaloso quanto sabemos que o empréstimo de 12.000 milhões de euros feito a Portugal vai ser para os Bancos.

Estamos entregues a políticos que foram eleitos pelo povo para defender os banqueiros especuladores e pôr os portugueses a pão e água. 


Entretanto, os Bancos portugueses, querem os 12.000 milhões de euros que a troika vai emprestar a Portugal para aumentarem o seu capital, mas não querem que o Estado compre ações ao valor a que estão na Bolsa. 

O capitalismo financeiro e especulativo está a "tomar o freio nos dentes" e a impôr novas regras porque, pelos vistos, as que têm já não lhes chegam.

Só se atrevem a isto porque têm no Governo de Portugal os seus representantes para lhes "legalizarem" os golpes.


Ainda que tenha "suavizado" a crítica, razão tem Dom Manuel Martins quando diz que "há pedaços de ditadura legitimados".
Estamos a ser violentamente explorados pela ditadura dos Bancos e capitalistas financeiros.