23 de setembro de 2012

Política de desastre nacional

O que os partidos da direita não dizem.

Passos Coelho na tentativa desesperada de apresentar resultados positivos, tem-se agarrado ao aumento das exportações e redução das importações.

Se estes resultados fossem motivados pelo aumento da nossa produção, seriam de louvar. Mas infelizmente não é. O governo sabe-o muito bem.

A redução das importações é o resultado da recessão e não de aumento da produção nacional.

Quase dez por cento do crescimento das exportações é resultado de vendas de ouro.

Nos primeiros sete meses deste ano, segundo o INE, o aumento das exportações foi de 2.193 milhões e as exportações de ouro portuguesas ascenderam a 455,9 milhões de euros. Portugal vendeu mais 201 milhões de euros em ouro, um crescimento superior a 75 por cento.